" Quando não se pode falar bem de uma pessoa, o melhor mesmo é que não se diga nada, porque a atenção que dedicamos a observar ou criticar os defeitos alheios deve ser dada aos nossos próprios defeitos, tentando corrigi-los." (Tereza Guerra)
"...e se me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar". (Clarice Lispector)
Cuidado...gorda em processo de recuperação!!!

domingo, 30 de dezembro de 2007

Olá, amigos!!!


Tudo bem? Espero que vocês todos tenham passado um ótimo natal, com muita saúde, paz e alegria.




Agora...ho, ho, ho, vamos às notícias do meu.



Papai Noel, grande camarada, gente fina pra C%*O¨$#$%¨*, gordo FDP, esteve aqui. Comeu, bebeu, fez a dança da bundinha e me deixou um presentinho:




Arroz à grega+ chester+ vinho+ rabanada (4!!!!!) = JACA



Entretanto, Noel não é mais o mesmo! Tá muito incompetente! Acabou esquecendo de deixar a gilette, assim eu poderia ao menos cortar os pulsos no dia seguinte! Mas como ele esqueceu, o dia 25 já era um outro dia, dia de avaliar o tamanho de estrago, sacodir a poeira e dar a volta por cima. Dia 25 não foi mais dia de sacanagem, era terça-feira e dia de encarar a balança, que depois da "jacada-cagada" ainda foi beeeem generosa (-1,2 kg). Pois é, povo. Não tenho imunidade contra rabanada! Rabanada não é coisa de Deus. Buááááááá....tô longe de ser a mulher maravilha (na verdade, aquela roupa não caberia mesmo em mim). Tudo bem que no natal passado eu comi uns três pães inteiros sozinha, mas quatro rabanadas eu achei uma puta esculhambação na dieta. Ai, meu biquini novo!!! Desse jeito minha bunda não vai caber nele!!!




O dia seguinte


Meu café da manhã foi muito menos que básico, afinal eu ainda curtia a ressaca da comilança: um pêssego e uma ameixa. Antes de sair "ameacei" meu pai, dizendo que quando voltasse não queria ter vestígios de rabanada na minha geladeira. Almoço na casa da sogra: um pingo de bacalhau, purinho, purinho, sem batata, mas com toneladas de couve. Eu nem sabia que bacalhau e couve se combinavam tanto assim, mas de tudo que tinha lá era o que dava pra comer sem aumentar minha culpa e a vontade de pular da ponte rio-niterói. Agora gente, segura essa: lá o povo preparou nada menos que DEZ pães de rabanada com TRINTA E UMA latas de leite condensado. Fora os outros doces. Mas o que mata é a desgraçada da rabanada. E olha que eu nem gosto dessa com leite condensado porque acho muito enjoativa. Não comi, mas passei a tarde com aquele nome martelando na minha mente: "rabanada, rabanaaaada, rabanaaaaadaaaaaaaa...". Acho que vou tentar uma regressão pra tentar entender isso. Alguém mais tem essa "doença"???


Continuando a sessão "programas suicidas de fim de ano", ontem eu fui lá em Olaria, numa feijoada (eu AMO kit feijoada) que a Déia (prima do Jaime) e o Ney (marido da Déia) ofereceram à família. E eu resisti na boa. Levei uma quentinha com legumes cozidos e um pedaço de frango. Ah, foi esquisito, mas eu levei mesmo, já que eu não queria comer a dita cuja o problema era meu, os outros não têm obrigação de ficar arranjando o que eu possa comer. Foi super tranqüilo, não comi e não fiquei com aquela loucura pra comer. Por isso que eu digo, rabanada é uma coisa esquisita, devia ser proibida, assim como as drogas. Agora me ocorreu uma outra idéia, será que um exorcismo nas travessas de rabanada antes da ceia funciona???


Deixando de lado o assunto comida, que é o assunto menos importante na vida de um gordo, ontem eu recebi um telefonema especial pela manhã, era a Crica dizendo que já está no Rio. Tá resfriada, tadinha, mas logo assim que passar essa loucura de fim de ano e o dodói a gente vai combinar de se encontrar. Eu adorei! E nós estamos planejando encontrar a Mary também, em Angra. E ainda tem o encontro da blogosfera light em janeiro, que eu não quero perder de jeito nenhum! Vou lá conhecer a Beth e as outras meninas.

Amigos, espero poder voltar aqui antes da virada de ano, mas caso isso não seja possível, desde já desejo que todos vocês tenham um ótimo ano novo, com muitas realizações!!! Muito obrigada por suas visitas, pelo carinho! Em 2008 se Deus quiser estaremos juntos comemorando grandes conquistas!!!

Beijos!!!

3 comentários:

Renata disse...

È claro que estaremos juntas e comemorar muitas conquistas e um delas é emagrecer vários quilinhos. Resistir a feijoada é dificílmo mesmo, mas consegui essa semana tb. PONTO PRA NÓS.

Christiane disse...

Amiga querida!!
Seu blog tá fofo demais!!
Quero dizer que tenho a certeza mais do que absoluta que 2008 será o nosso ano!! Vamos ser as mulheres mais lindas do planeta! E a Mulher Maravilha vai ser morrer de inveja de nós!! E tem mais, nessa mesma época, no ano que vem o "bom" velhinho vai te trazer um biquíni da moda e ainda vai te chamar de gostosa!!! KKKKKKKK
Beijos amiga.
Saúde,Sucesso,Paz e Amor pra vc!

Crica Chuchu disse...

Amiga amada!
FELIZ ANO NOVO!!!
E aí, vamos nos ver ou não?
Beijos